background image
0
0
Novembro de 2004
Reunião Apimec
Rio de Janeiro
background image
1
1
panorama
da
empresa
background image
2
2
nossa
visão
A Natura, por seu comportamento empresarial, pela
A Natura, por seu comportamento empresarial, pela
qualidade das rela
qualidade das rela
ç
ç
ões que estabelece e por seus produtos e
ões que estabelece e por seus produtos e
servi
servi
ç
ç
os, ser
os, ser
á
á
uma marca de expressão mundial, identificada
uma marca de expressão mundial, identificada
com a comunidade das pessoas que se comprometem com a
com a comunidade das pessoas que se comprometem com a
constru
constru
ç
ç
ão de um mundo melhor atrav
ão de um mundo melhor atrav
é
é
s da melhor rela
s da melhor rela
ç
ç
ão
ão
consigo mesmas, com o outro, com a natureza da qual
consigo mesmas, com o outro, com a natureza da qual
fazem parte, com o todo.
fazem parte, com o todo.
background image
3
3
nossa
razão
de ser
criar e comercializar produtos e
serviços que promovam o
é a relação harmoniosa,
agradável do indivíduo consigo
mesmo, com seu corpo
é a relação
empática, bem
sucedida,
prazerosa, do
indivíduo com o
outro, com a
natureza e com o
todo.
bem-estar
estar bem
bem-estar/estar
bem
background image
4
4
perfil
da
natura
Com aproximadamente 3.000 colaboradores*, receita líquida de R$1,2
bilhão e EBITDA de R$289 milhões nos 9M04.
Produtos
Participação no
Mercado
Operações
Canal de
Vendas
Cremes, loções, perfumes e fragrâncias, maquiagens e produtos
de higiene pessoal
aproximadamente 600 artigos diferentes
No acumulado 8 meses de 2004
1
representou:
--
12,2% das receitas totais do setor de CF&T no Brasil e
18,7% nas categorias em que opera
--
mais de 40% das vendas diretas de cosméticos no Brasil
Maior centro de P&D de cosméticos no Brasil
Planta "State-of-the-Art"
132 milhões de unidades vendidas nos 9M04
Venda direta, contando com 392 mil consultoras e acessando mais
de 5.000 municípios no Brasil
Aproximadamente 24 mil consultoras na América Latina
Mercados
97% das vendas no Brasil e 3% na América Latina
(*) Em dezembro de 2003.
(1) Com base nos dados Sipatesp e ABIHPEC.
background image
5
5
estratégia
dos
negócios
A estratégia da Natura se baseia em seis aspectos principais:
Crescimento no
mercado brasileiro
Força da marca como alavancador do negócio
O Brasil é o principal vetor de expansão
Crescimento da rede de
Consultoras Natura
Canal independente de vendas
Valorização e proximidade com as consultoras
Programas de capacitação e relacionamento
Fidelidade do canal de vendas
Cultura de Inovação
Inovação focada em produtos e conceitos que
expressem os valores da marca
Foco em pesquisa e no uso sustentável da
biodiversidade brasileira
Operações
Internacionais
Excelentes oportunidades de crescimento na América
Latina
Teste do conceito da biodiversidade brasileira na Europa
Foco na eficiência em
gestão
Alavancagem na infra-estrutura já existente
Excelência da administração
Força da marca
Produtos, Canal de Vendas, Marketing e Atuação
Empresarial
background image
6
6
canal, inovação &
marca
background image
7
7
crescimento do mercado alvo
CF&T Brasil
(acumulado 8 meses)
4.487
5.226
730
979
8M03
8M04
16,3%
18,7%
+16,5%
+34,1%
Mercado Alvo*
3.070
297
1.807
519
28,7%
2.680
211
7,9%
2.156
682
31,6%
9,7%
Mercado Alvo* - por Categoria
Cosméticos e
Fragrâncias
8M04
8M03
8M04
8M03
Higiene
Pessoal
(*) Considera apenas o mercado em que a Natura opera, exclui fraldas, higiene oral, tinturas para cabelos, esmaltes, absorventes, dentre outros.
Nota: receita líquida a preços de indústria.
Fonte: Sipatesp, ABIHPEC.
Receita Líquida em R$ MM
Mercado CF&T
Natura
Market share
background image
8
8
marca
e posicionamento
no
mercado
brasileiro
Sólido posicionamento de mercado e forte reconhecimento da
marca
Posicionamento de Mercado
Premium
Consumo
de Massa
Abrangência de mercado
Johnson &
Johnson
Unilever
P&G
L'Oréal
Nivea
Avon
O Boticário
Clinique
Lancôme
Força da Marca
1
Transparência
Responsabilidade
Social
Preferência pela
Marca
Marca que
Recomendaria
Confiabilidade
Inovação
Qualidade
Atributo
Avon
O Boticário
Nivea
35%
29%
48%
43%
13%
11%
51%
54%
45%
37%
45%
54%
47%
61%
18%
12%
23%
63%
59%
70%
Fonte: TSB&B
Nota:
1
Pesquisa encomendada pela Natura em 2003, com 2.200 pessoas
entre homens e mulheres, das classes A, B, C e D, realizadas em 6
cidades brasileiras
17%
24%
3%
41%
47%
43%
18%
60%
background image
9
9
cultura de
inovação
Os investimentos em Inovação são importantes na renovação do portfolio
e seu retorno é evidenciado por meio da participação dos lançamentos na
receita total.
Investimentos em Inovação
(R$ MM)
Número de Lançamentos e
Índice de Inovação Total
(Inovação + Aperfeiçoamento)
165
99
91
117
2001
2002
2003
9M03
9M04
25,5
32,3
35,5
28,8
27,2
2,7%
2,9%
2,9%
3,3%
2001
2002
2003
9M03
9M04
2,7%
144
% Receita líquida
Investimento
em inovação
Número de
lançamentos
Índice de inovação
total
44,9%
43,5%
48,8%
48,2%
61,1%
background image
10
10
índices de
inovação
Natura
(1) Conforme divulgado até o primeiro semestre de 2004.
(2) Considera no cálculo todos os novos produtos (regulares e refis), novas cores de coleções e repacking, novos kits e conjuntos, dentre outros.
Índice de Inovação
1
30,7%
29,2%
38,7%
31,4%
45,8%
2001
2002
2003
1S03
1S04
44,9%
43,5%
48,8%
48,2%
61,1%
2001
2002
2003
9M03
9M04
Índice de Inovação Total
(Inovação + Aperfeiçoamento)
2
background image
11
11
algumas
linhas
de produtos
Cosméticos e Fragrâncias
Higiene Pessoal
Market share* : 31,6%
(*) Mercado alvo, dados acumulado 8 meses. Fonte: Sipatesp/ABIHPEC.
Market share* : 9,7%
Tratamento de pele
Maquilagem
Perfumaria Corpo
Cabelos
Sabonetes
Desodorantes
Destaques:
Destaques:
background image
12
12
canal
natura
background image
13
13
·
416 mil Consultoras Natura*
·
715 Promotoras
·
Oportunidades de desenvolvimento
·
Sentindo-se parte de uma comunidade
·
Busca compartilhada do sucesso
relações com
as
consultoras
* Consultora disponíveis no Brasil e América Latina, em setembro de 2004.
background image
14
14
canal de vendas brasil
evolução e produtividade
A força da marca aliada ao relacionamento com as consultoras resulta no crescimento
do canal, tanto em termos de tamanho como em produtividade.
Evolução de Consultoras
Natura no Brasil
1
(milhares)
Evolução da Produtividade no
Brasil
2
(R$ mil por consultora ativa média)
CAGR 01-03
11%
+15%
287
307
355
392
340
2001
2002
2003
9M03
9M04
CAGR 01-03
10%
+11%
Natura
Venda direta no Brasil
(excluindo Natura)
8,6
9,0
10,4
4,8
5,2
5,6
2001
2002
2003
9M03
9M04
7,3
8,1
4,2
4,6
Fonte: Natura, ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas)
(2) Volume de negócios por consultora ativa média nos períodos.
(1) Nos 9M, considera a posição de consultoras
disponíveis no Brasil ao final do ciclo 13 de vendas.
background image
15
15
Na América Latina, excluindo o Brasil, o canal de vendas apresentou
um forte ritmo de crescimento.
Consultoras
1
no Canal
América Latina
(em milhares)
CAGR 01-03
24%
+32%
13,0
14,4
20,0
18,3
24,0
2001
2002
2003
9M03
9M04
Produtividade
2
no Canal
América Latina
(US$ mil)
+14%
1,7
2,0
9M03
9M04
canal de vendas da América Latina
evolução e produtividade
(2) Volume de negócios por consultora ativa média nos
períodos.
(1) Nos 9M, considera a posição de consultoras disponíveis na
América Latina ao final do ciclo 13 de vendas.
background image
produção e
logística
background image
17
17
ciclo do
pedido
TELEMARKETING
SEPARAÇÃO
FORMAÇÃO DE CARGA
FATURAMENTO
TRANSPORTADORA
ENTREGA À CONSULTORA
Capac. Máxima = 42 mil caixas / dia
Municípios atendidos = acima de 5 mil
~35%
~65%
background image
18
18
site
cajamar
Armazém
vertical
Separação
Fábricas
Escritórios
Salas
treinamento
Clube
background image
19
19
logística
· Mais de 5.000 municípios atendidos
· 7 Transportadoras com 87% das entregas
· 20.000 a 30.000 pedidos por dia
· 98% dos pedidos despachados em 24 horas
background image
20
20
fornecedores
cerca de 95% de nossas matérias primas são
provenientes do Brasil e apenas 5% são importadas
Compras
(insumos produtivos)
% do total
2003
Número de
fornecedores
Plásticos
24%
29
Essências / Fragrâncias
17%
8
Vidros
12%
9
Válvulas 11%
7
Rótulos e Caixas
8%
13
Outros
28%
Total
100%
128
194
background image
21
21
A Natura está alinhada com os princípios de
responsabilidade social
corporativa
e
desenvolvimento
sustentável
Baseado na linha tríplice de resultado
Responsabilidade
social
Financeiro
Alguns destaques:
- Programa Crer para Ver
- ISO 14001
- ACV (Análise do Ciclo de Vida)
- Ativos da Biodiversidade
Desenvolvimento
sustentável
background image
destaques
financeiros
background image
23
23
sumário financeiro
- trimestre
3T04
3T03
variação %
Unidades vendidas
(milhões)
47,4
35,9
32,2
Receita líquida
448,2
331,7
35,1
Lucro bruto
306,3
222,5
37,7
Margem (%)
68,4
67,1
-
EBITDA
104,5
75,7
38,0
Margem (%)
23,3
22,8
-
Lucro líquido
77,4
18,4
319,8
Margem (%)
17,3
5,6
-
Dívida/(Aplicação) Líquida
(32,0)
54,2
n/a
n/a - não aplicável
Em R$ MM - Consolidado
background image
24
24
sumário financeiro -
nove meses
9M04
9M03
variação %
Unidades vendidas
(milhões)
131,7
101,4
29,8
Receita líquida
1.205,9
893,8
34,9
Lucro bruto
809,7
576,1
40,6
Margem (%)
67,1
64,5
-
EBITDA
289,0
186,0
55,4
Margem (%)
24,0
20,8
-
Lucro líquido
200,9
35,4
467,8
Margem (%)
16,7
4,0
-
Dívida/(Aplicação) Líquida
(32,0)
54,2
n/a
n/a - não aplicável
Em R$ MM - Consolidado
background image
25
25
crescimento
consistente
Crescimento consistente da receita, reflexo de seu posicionamento
de mercado, da força de sua marca e do poder de distribuição de
seus produtos
Receita Bruta
(R$ MM, nominal)
429
587
688
1.016
1.168
1.411
833
806
1.910
1995
1996
1997
1998
1999
2000
2001
2002
2003
(1) Dados da Natura Empreendimentos
CAGR
Nom
inal 9
5-03
: 21%
CAGR
Real
95-0
3: 12
%
1
1
background image
26
26
110
116
142
100
129
2001
2002
2003
9M03
9M04
813
993
1.329
894
1.206
2001
2002
2003
9M03
9M04
desempenho
operacional
O volume de vendas tem apresentado um forte crescimento,
com impactos positivos na receita líquida
Volume de Vendas - Brasil
(milhões de unidades)
Receita Líquida
(R$ MM, nominal)
CAG
R 01
-03
: 14
%
CA
GR
01
-03
: 2
8%
1
+35
%
+2
9%
Nota: 1. Pro forma
background image
27
27
289
136
199
296
186
2001
2002
2003
9M03
9M04
EBITDA
EBITDA e margens de EBITDA crescentes devido ao fortalecimento
da posição de mercado e significativos
ganhos
de produtividade
1
CA
GR
0
1-
03
: 4
8%
+5
5%
EBITDA
(R$ MM, nominal)
Margem de EBITDA
(%)
24%
17%
20%
22%
21%
2001
2002
2003
9M03
9M04
1
Nota: 1. Pro forma
background image
28
28
lucro líquido
9,5
21,7
63,9
35,4
200,9
2001
2002
2003
9M03
9M04
Lucro Líquido
(R$ MM, nominal)
Margem Líquida
(%)
CA
GR
01
-0
3:
15
9%
+
46
8%
1,2%
2,2%
4,8%
4,0%
16,7%
2001
2002
2003
9M03
9M04
1
Nota: 1. Receita Líquida Pro forma
background image
29
29
CAPEX
Os investimentos nos nove primeiros meses do ano totalizaram
R$44,2 milhões. Os principais investimentos foram realizados na
construção do novo Armazém Vertical.
CAPEX - R$ MM
CAPEX Estimado - R$ MM
38,8
25,2
23,9
44,2
2001*
2002
2003
9M04
Manutenção
Expansão
Melhorias no processo
* Natura Empreendimentos em 2001
10%
62%
28%
23%
60%
17%
75
2004
background image
30
30
endividamento
Após a conversão de R$34,4 milhões do BNDESPar e da geração de caixa no
período, encerramos o período com uma aplicação líquida de R$32,0 milhões.
Ainda no período houve o pagamento de dividendos/JCP no valor de R$141,4
milhões (sendo que R$86,8 milhões refere-se ao 1S04).
Evolução do Endividamento/
(aplicação) líquido (R$ MM)
Abertura do Endividamento
R$102,7MM
Prazo Médio
de 3,7 anos
Prazo Médio
de 1,9 ano
BNDES
Finep
IFC
69%
31%
(85)
22
(19)
119
205
2001
2002
2003
2T04
1T04
(32)
3T04
background image
31
31
geração de caixa
R$ MM
9M04
Lucro líquido do período
200,9
(+) Depreciação
25,8
(+) Outras despesas não caixa
41,1
(=) Caixa gerado antes das variações de capital de giro,
realizável e exigível a longo prazo
267,8
(-) Variações no capital de giro, realizável e exigível a
longo prazo
81,1
(=) Geração operacional de caixa
186,7
(-) CAPEX
44,1
(=) Geração de caixa livre
142,6
background image
32
32
política
de
dividendos
Política de
Dividendos
A forte geração de caixa livre permite
a Natura estabelecer uma
agressiva política de pagamento de dividendos
Pay-out mínimo: 45% do lucro líquido
anual
Periodicidade: semestral
Juros Sobre o
Capital Próprio
Maximização do uso de juros sobre capital
próprio, visando otimização fiscal
no 1S04, a Natura aprovou a distribuição de R$ 86,8 milhões
em dividendos e juros sobre capital próprio (pay-out de 70%)
background image
expansão
internacional
background image
34
34
· 4.251 consultoras
· 7.282 consultoras
Reprodução do modelo comercial brasileiro
Peru
Chile
· 12.499 consultoras
Argentina
Bolívia
Representação comercial
LATAM
background image
35
35
expansão
internacional
A Natura tem apresentado forte crescimento na América Latina, um
mercado que movimentou cerca de US$10,7 bilhões em 2002
Volume de Vendas - Argentina, Chile
e Peru (milhares de unidades)
O modelo de negócios Natura é replicável para outros países da
América Latina
CA
GR
0
1-
03
: 4
8%
+6
6%
1.060
1.445
2.318
1.505
2.494
2001
2002
2003
9M03
9M04
Receita Líquida
Resultado operacional
9M03
9M04
8,1
12,7
-2,2
-2,1
+58%
Receita Líquida x Resultado Operacional
(US$ MM)
background image
36
36
projeto
ekos internacional
Projeto piloto com objetivo de testar o conceito da
biodiversidade brasileira e a expansão da marca no exterior
O mercado de produtos naturais mostra-se bastante promissor
em termos de potencial de crescimento
Ekos Internacional
Mercado Global de Produtos Naturais
(US$ bilhões)
Foco inicial na Linha Ekos
--
biodiversidade brasileira
Abertura da primeira loja em
Paris prevista para o início de
2005
Investimento esperado de
aproximadamente 16 milhões de
euros em 3 anos
Fonte: Datamonitor, "Natural Beauty Revolution"
CA
GR
01
-06E
- E
uro
pa:
17%
CA
GR
01
-06E
- G
lob
al:
20%
1.5
3.4
2.9
7.5
4.4
10.9
2001
2006E
Europa
Outros
background image
37
37
síntese
financeira
Margem EBITDA de 24% nos 9M04
Baixo endividamento líquido
Baixo Capex
- infra estrutura instalada permite crescimento real da
ordem de 200%
Política forte de distribuição de dividendos
- estatuto 30% pay-out
- mínimo de 45% aprovado pelo Conselho
background image
38
38
Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são
apenas fatos históricos, mas refletem os desejos e as expectativas da
direção da Natura. As palavras "antecipa", "deseja", "espera", "prevê",
"pretende", "planeja", "prediz", "projeta", "almeja" e similares,
pretendem identificar afirmações que, necessariamente, envolvem riscos
conhecidos e desconhecidos. Riscos conhecidos incluem incertezas, que
não são limitadas ao impacto da competitividade dos preços e produtos,
aceitação dos produtos no mercado, transições de produto da Companhia e
seus competidores, aprovação regulamentar, moeda, flutuação da moeda,
dificuldades de fornecimento e produção e mudanças na venda de
produtos, dentre outros riscos. Esta apresentação também contém
algumas informações "pro-forma", elaboradas pela Companhia a título
exclusivo de informação e referência, portanto, são grandezas não
auditadas. Esta apresentação está atualizada até a presente data e a
Natura não se obriga a atualizá-la mediante novas informações e/ou
acontecimentos futuros.