background image
1
27 de abril de 2007
Resultados do 1T07
background image
2
(1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e
Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABHIPEC.
mercado alvo CF&T ­ Brasil
>
Mercado Alvo
1
­ Receita Líquida (R$ bilhões, nominal)
CAGR (2001-2006) = 16,5%
2002
2003
2004
2005
6,3
7,2
8,7
10,1
+13,4%
2006
11,4
1,4
1B06
1,5
1B07
+8,4%
background image
3
market share ­ Brasil
>
Market Share da Natura no Mercado Alvo
1
(%)
(1) Mercado Alvo: Cuidados com a Pele, Protetor Solar, Maquilagem, Perfumes, Fragrâncias, Cuidados para o cabelo, Creme de Barbear e
Desodorantes. Não inclui Fraldas, Esmaltes para Unhas, Absorventes, Tinturas para Cabelos e Higiene Oral. Fonte: Sipatesp e ABHIPEC.
2002
2003
2004
2005
14,5%
17,1%
19,2%
21,4%
+1,4 pp
2006
22,8%
20,8%
1B06
20,9%
1B07
+0,1pp
background image
4
receita bruta consolidada
>
Receita Bruta Consolidada (R$ milhões)
CAGR (2001-2006) = 27,2%
1.411
1.910
2002
2003
2004
2.540
3.244
2005
723
1T06
850
1T07
+17,6%
3.890
2006
+19,9%
background image
5
total consolidado de consultoras
>
Total Consolidado de Consultoras
1
(milhares)
CAGR (2001-2006) = 15,5%
321
375
433
520
2002
2003
2004
2005
+18,1%
617
2006
(1) Consultoras na Argentina, Brasil, Chile, Peru, México e Venezuela.
1T06
1T07
628
531
+18,6%
background image
6
EBITDA consolidado
>
EBITDA (R$ milhões)
CAGR (2001-2006) = 36,9%
199
296
432
564
113
124
2002
2003
2004
2005
1T06
1T07
+9,8%
+16,0%
655
2006
background image
7
margem EBITDA consolidada
20,1
22,2
24,4
24,7
22,1
20,6
2002
2003
2004
2005
1T06
1T07
>
Margem EBITDA (%)
-1,5 pp
23,7
2006
-1,0 pp
background image
8
lucro líquido consolidado
>
Lucro Líquido ­ R$ milhões
1T06
1T07
2005
2006
81,7
80,3
396,9
460,8
-1,6%
+16,1%
background image
9
margem líquida consolidada
>
Margem Líquida ­ %
17,4%
16,7%
2005
2006
16,0%
13,3%
1T06
1T07
-2,7pp
background image
10
processo de expansão
internacional
(1) Número de consultoras ao final do ciclo 4 de vendas.
>
Destaques Financeiros ­ Argentina, Peru e Chile (US$ milhões)
1T07
1T06
Var %
Unidades de produtos para revenda
(em milhões)
2,7
2,1
31,9%
Receita Líquida
Ebitda
Margem Ebitda
Receita Bruta
15,4
9,7
58,5%
-1,3
-1,5
-13,1%
-11,1%
-20,3%
Total de Consultoras ­
final do período
1
54,6
37,7
45,0%
11,9
7,5
58,4%
background image
11
processo de expansão
internacional
(1) Número de consultoras ao final do ciclo 4 de vendas.
>
Destaques Financeiros ­ México, Venezuela e França (US$ milhões)
1T07
1T06
Var %
Unidades de produtos para revenda
(em milhões)
0,3
0,1
253,2%
Receita Líquida
Ebitda
Receita Bruta
2,0
0,7
167,1%
-4,5
-2,8
60,4%
Total de Consultoras ­
final do período
1
6,2
2,0
215,0%
1,7
0,6
169,0%
background image
12
processo de expansão
internacional
>
Total das Despesas Líquidas
1
(R$ milhões)
2007E
48,0
31,8
39,6
2005
2006
(1) Considera o prejuízo operacional das operações em fase de consolidação (Argentina, Chile e Peru) acrescido das operações em fase de
implantação (México, Venezuela e França); e mais o impacto das variações cambiais na conversão dos balanços das empresas controladas
deduzido do lucro apurado nas exportações do Brasil para as operações.
10,2
1T06
11,6
1T07
background image
13
anexos
background image
14
consultoras Brasil
307
355
407
483
2002
2003
2004
2005
>
Consultoras Brasil
1
(milhares)
CAGR (2001-2006) = 14,3%
+16,2%
561
2006
(1) Posição ao final do ciclo 4 de vendas.
+15,3%
1T06
1T07
567
492
background image
15
produtividade consultoras ­ Brasil
CAGR (2001-2006) = 8,0%
+1,9%
>
Produtividade Brasil (R$ mil por consultora ativa média)
9,0
10,5
11,5
12,3
2,5
2,6
2002
2003
2004
2005
1T06
1T07
+0,5%
12,5
2006
background image
16
consultoras ­
operações em fase de consolidação
14
20
26
36
2002
2003
2004
2005
>
Consultoras Argentina, Chile e Peru
1
(milhares)
CAGR (2001-2006) = 31,4%
+41,7%
(1) Posição ao final do ciclo 4 de vendas.
51
2006
+45,0%
1T06
1T07
55
38
background image
17
produtividade consultoras ­
operações em fase de consolidação
>
Produtividade Argentina, Chile e Peru (US$ mil por consultora ativa média)
CAGR (2001-2006) = 5,9%
+5,1%
1,5
2,1
2,5
2,7
0,6
0,6
2002
2003
2004
2005
1T06
1T07
+10,6%
2,8
2006
background image
18
inovação
>
Investimentos em Inovação
R$ milhões
>
Número de Lançamentos e Índice de
Inovação Total ­
inovação + aperfeiçoamento
Número de
lançamentos
Índice de inovação
total
% da Receita líquida
Investimento
em inovação
5
30
3,0%
15,5
21,8
3,6%
63,9%
55,0%
1T06
1T07
1T06
1T07
background image
19
CAPEX
>
CAPEX (R$ milhões)
112
2005
194
2006
190
2007E
25,6
1T06
21,0
1T07
background image
20
geração de caixa pro forma ­
dados consolidados
(1) Ativos - Contas a receber, estoques e impostos a recuperar de curto prazo. Passivos - fornecedores, salários, participações no lucro e encargos
sociais, obrigações tributárias, provisões e fretes a pagar.
(2) Ativos - Adiantamento a colaboradores e fornecedores, imposto de renda e contribuição social diferidos de curto prazo, outros créditos e ativos
realizáveis a longo prazo. Passivos - outros contas a pagar de curto e longo prazos e provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas.
1T06
1T07
Var %
Lucro líquidodo período
80,3
81,7
-1,6%
(+) Depreciações e amortizações
17,4
13,1
32,5%
Geração interna de caixa
97,7
94,8
3,1%
Capital de giro operacional
1
-55,8
-50,6
Outros ativos e passivos
2
-0,3
-7,3
Geração operacional de caixa
41,6
36,9
12,8%
Adições de imobilizado
-21,0
-25,6
Geração de caixa livre
20,6
11,3
82,4%
background image
21
>
Cosméticos e Fragrâncias
­
R$ Milhões
550
585
1B06
1B07
205
221
>
Higiene Pessoal
­
R$ Milhões
868
952
1B06
1B07
90
100
Mercado
Natura
+6,4%
+8,0%
+9,7%
+11,1%
mercado alvo CF&T ­ Brasil
receita líquida por categoria
background image
22
mercado alvo CF&T ­ Brasil
market share Natura por categoria
37,3%
37,9%
10,4%
10,5%
>
Cosméticos e Fragrâncias
­
%
>
Higiene Pessoal
­
%
+0,6pp
+0,1pp
1B06
1B07
1B06
1B07
background image
23
Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são apenas fatos históricos,
mas refletem os desejos e as expectativas da direção da Natura. As palavras "antecipa", "deseja",
"espera", "prevê", "pretende", "planeja", "prediz", "projeta", "almeja" e similares, pretendem
identificar afirmações que, necessariamente, envolvem riscos conhecidos e desconhecidos. Riscos
conhecidos incluem incertezas, que não são limitadas ao impacto da competitividade dos preços e
produtos, aceitação dos produtos no mercado, transições de produto da Companhia e seus
competidores, aprovação regulamentar, moeda, flutuação da moeda, dificuldades de
fornecimento e produção e mudanças na venda de produtos, dentre outros riscos. Esta
apresentação também contém algumas informações "pro forma", elaboradas pela Companhia a
título exclusivo de informação e referência, portanto, são grandezas não auditadas. Esta
apresentação está atualizada até a presente data e a Natura não se obriga a atualizá-la mediante
novas informações e/ou acontecimentos futuros.
www.natura.net/investidor